Fale Conosco

Nos bastidores políticos paraibanos correm rumores de que a oposição deverá ainda se unir em torno de uma candidatura única, e esta seria a do senador José Maranhão, pré-candidato ao governo do Estado pelo MDB.

Em entrevista concedida à imprensa nesta terça-feira (17), quando da sua participação no debate promovido pela OAB/PB, o senador disse não ser impossível esse fato e que não está impondo nenhuma condição para que isso ocorra.

Para Maranhão, a candidatura única seria o ideal e a política é a arte dos possíveis, mas por enquanto trabalha numa candidatura de luta, numa candidatura de real oposição, que se fixa em cima de um projeto para o desenvolvimento do Estado da Paraíba e que tem como lastro o legado que ele deixou  dos governos anteriores.

O senador disse ter uma relação não interrompida com todas as lideranças do Estado e que vai continuar dialogando até o soar do gongo quando terminar os prazos previstos pela legislação eleitoral. Maranhão disse ainda que trabalha para ganhar no primeiro turno das eleições.

“Não estou impondo condições porque essa hipótese da candidatura única é interessante, mas não ocorreu ainda. Eu só posso dar uma opinião em cima de fatos concretos. Nunca fiz política fazendo fantasia ou tentando falar pelos outros que não me autorizaram a falar”, disse.

Sobre ter o PP na chapa majoritária com a deputada Daniella Ribeiro disputando uma vaga ao Senado Federal, Maranhão disse que tem conversado com a família Ribeiro e que todos os caminhos levam a crer que eles formarão aliança com o MDB.

“Daniella tem todas as qualidades, e nós achamos que ela poderá ter ampla possibilidade de sucesso, sobretudo, se firmar aliança com o MDB, que é o partido que tem credibilidade na opinião pública pela sua própria história, pela sua identidade com os problemas e com as soluções do Brasil nas últimas décadas, mas tudo tem seu tempo”, avaliou. Com Informações do Paraíba Online.