Fale Conosco

Têm acontecido coisas nos bastidores do governo Ricardo Coutinho que até Deus duvida. Tenho elementos para afirmar que estamos diante de uma das maiores crises institucionais que já se ouviu falar em nossa história.

Algumas autoridades perderam o pudor e as malvadezas estão sendo feitas a céu aberto como se não existissem mais homens de bem, jornalistas de fibra, Ministério Público para fiscalizar.

Tenho elementos para afirmar que os pilares que norteiam o discurso do governador neste início de Governo estão rachados e podem cair.

Nunca vazaram tantos escândalos em tão pouco tempo de gestão. A não ser que eu esteja vivendo na época errada e o errado seja o certo.

O resultado de uma licitação na área de comunicação foi cantado e registrado em cartório, um lobista circula na praça falando em nome de quem não desmente e quem mantém ligações perigosas com o governador ajudou a deixar ilegal a greve da PM.

A desculpa usada para justificar demissões cairá por terra, pois os critérios são políticos e houve apenas a troca de seis por meia dúzia.

No meio dessa farsa, gente morre, gente se mata, gente morre de fome. Pra RC gente é só um detalhe.

No TCE um conselheiro quer encaixar parentes; no TJ um desembargador quer empregar a família.

E eu pergunto: quem fiscaliza a gestão e quem pune os desvios?

Só nos resta acreditar que o parlamento instalará uma CPI para obter as respostas e que no âmbito dos poderes atingidos haverá apuração dos fatos.

Aviso aos navegantes: não estou só e o balão vai pipocar.