Fale Conosco

Prestem muita atenção na notinha abaixo publicada no prestigiado Blog de Claudio Humberto, um dos mais prestigiados jornalistas do País, que foi ministro das Comunicações de Collor e tem coluna diária nos principais jornais do Brasil.

“A Justiça Eleitoral marcou as datas para as eleições municipais em doze cidades que tiveram seus prefeitos eleitos com registros negados.

Os novos pleitos ocorrerão a partir de fevereiro, quando os eleitores de Guarapari, no Espírito Santo escolherão seu novo prefeito.

As campanhas estão autorizadas para começar no próximo sábado (5). O prefeito eleito na cidade não pôde assumir, pois concorria a seu terceiro mandato, o que é proibido pelo Tribunal Superior Eelitoral. Agora, Edson Magalhães (PPS-ES) irá apoiar seu vice, Orly Gomes (DEM), nas novas eleições. Segudo a Justiça Eleitoral, em 3 de março e 7 de abril, cidades de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Minas Gerais escolherão seus prefeitos.”

Pergunto: no caso específico de Pombal, onde o TSE cassou o registro de Polyana Dutra por 5X2 no último dia 19, exatamente na última sessão do ano naquela corte, quando será anunciado o calendário da nova eleição?

Soube por uma fonte do TRE que assim que o tribunal voltara do recesso, o que ocorrerá no próximo dia sete de janeiro, tomará pé da decisão do TSE através da publicação do acordão e deliberará sobre o novo pleito, que muito provavelmente ocorrerá nas mesma datas do que o TSE definiu nacionalmente para s cidades acima citadas na nota do Blog de Claudio Humberto.

Mayenne e Galego da Gavel, prefeita e vice do PMDB, seguirão unidos e largam na frente como favoritos no novo pleito.