Fale Conosco

O tribunal Superior Eleitoral (TSE) avisa aos eleitores que com a proximidade das eleições está circulando na internet emails de origem duvidosa em nome da Justiça Eleitoral. O conteúdo dos email’s tem assuntos diversos, como cancelamento de título de eleitor, convocação de mesários e regularização de cadastro, entre outros, as mensagens possuem links que, ao serem acessados, podem conter vírus de computador ou qualquer outro software malicioso.

O TSE informa que instituições federais não envia e-mails a eleitores, vale salientar que  também não autoriza nenhuma outra empresa a enviar mensagem eletrônica em seu nome, geralmente as informações são exibidas em rede nacional televisiva. Apenas os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), mediante prévia e específica autorização do convocado, podem se utilizar desse tipo de correspondência para se comunicar com seus mesários.
Portanto, mensagens dessa natureza, em nome do TSE, devem ser apagadas.

Visitas a eleitores – O TSE também alerta que representantes da Justiça Eleitoral não realizam qualquer tipo de visita à residência de eleitor. Neste período pré-eleitoral, indivíduos costumam visitar eleitores, dizendo-se representantes da Justiça Eleitoral, buscando a coleta de dados pessoais. Alegam, para esse fim, assuntos diversos, como atualização de cadastro e cancelamento de título de eleitor.

Excepcionalmente, alguns Tribunais Regionais Eleitorais podem convocar pessoalmente eleitores que residem em locais de difícil acesso para atuarem como mesários nas eleições.

O Tribunal informa que é o próprio eleitor quem deve atualizar seus dados cadastrais ou regularizar sua situação eleitoral dirigindo-se a um cartório eleitoral.

BG