Fale Conosco

O presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife, Manuel Erhardt, aceitou o recurso do Governo do Estado e derrubou a decisão do juiz substituto Vinícius Costa Vidor, da 4ª Vara Federal de Campina Grande, que determinava o retorno do racionamento de água em Campina Grande e 18 cidades da região.

A decisão garante que as cidades abastecidas pelo açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) terão água normalmente.

A confirmação foi dada pelo procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, que afirmou que o governo teria até amanhã para interromper o abastecimento, mas a liminar concedida na tarde desta segunda-feira (25) evita qualquer alteração no quadro.

O governador Ricardo Coutinho (PSB) comemorou a decisão, mas classificou de ‘surreal’ a disputa que está sendo feita com o caso.

“A decisão dar uma tranqüilidade para o governo pela forma como essa disputa estava sendo feita. É surreal. Não tinham argumentos simplesmente. Ninguém compreendia a tal precaução de voltar ao racionamento mesmo hoje entrando mais água do que saindo. Estava preocupado, pois se não saísse hoje à decisão, teríamos de desligar amanhã as bombas. Quem vive no racionamento sabe a pancada que sofre”, comentou o socialista.