Notícias

Afinal, Toinho do Sopão é ou não é uma marionete? Assessores falam por ele igual a ventríloquos

Não entendo porque, mas blindaram o deputado Toinho do Sopão ao ponto de até acusações graves como as que foram publicadas aqui a partir de uma carta do suplente Geovane Medeiros, são respondidas pela assessoria e não pelo parlamentar.

Não quero imaginar que blindaram Toinho para esconder sua falta de habilidade para lidar com questões políticas e falar mesmo em público sem cometer meia dúzia de gafes.

                                 

Leiam a carta distribuída pela assessoria do deputado:

“Na manhã do último sábado 29, o jornalista Dércio Alcântara publicou em seu blog uma carta aberta sem assinatura tendo em seu conteúdo denuncias de Geovane Medeiros que passou a ser segundo suplente de Toinho do Sopão (PTN) em função de decisão do TSE que dá a primeira suplência ao partido e não mais a coligação.

No conteúdo da Carta são mencionadas inúmeras acusações sem nexo ao Deputado Toinho do Sopão dentre elas sobre a distribuição da sopa, aonde o mesmo vem questionar a “boa vontade de Toinho”, além disso, Geovane denuncia possíveis fatos ocorridos no período de campanha como também afirmou que breve o Deputado Estadual eleito com mais de 57 mil votos seria julgado por falta de ética e conduta desrespeitosa pela Direção Estadualdo Partido, coisa que a mesma desconhece.

Os Assessores do Deputado Toinho do Sopão explicaram os verdadeiros motivos das “picuinhas” que estão explicitas na carta publicada no Blog do Dércio: Segundo eles além da carta ser caluniosa as informações contidas nela são inverídicas como também há um articulador nesta história que não se contenta em não ter sido chamado para ser o chefe de gabinete, trata-se de Djalvani da Fonseca- ex presidente do PTN de João Pessoa.

Segundo os assessores Djalvani elaborou um contrato onde obrigava o Deputado eleito a contratá-lo como chefe de gabinete, Toinho diante de tal inocência não fez ressalva alguma. Ao se deparar com o fenômeno “Toinho do Sopão” o próprio Djalvani como assessor levou o deputado à imprensa fazendo-o declarar apoio a José Maranhão.

Por sua vez, a imprensa ao descobrir o “acerto político” publicou em todas as mídias e em diversas versões o possível acerto político entre eles, sendo que a maior parte acusando Toinho do Sopão, ao saber o Partido impediu a aliança de Toinho com Maranhão e diante de tudo isso Djalvani que seria o único beneficiado renunciou seu cargo e rompeu com o Deputado…” 

Será que Toinho não vai se pronunciar? Será que estão fazendo dele uma marionete sentada no colinho de assessores ventríloquos a repetir tudo que dizem ou apenas dublar? Fala Toinho! A não ser que tu goste de comer na mão dos outros…