Fale Conosco

O procurador do geral município de João Pessoa, Geilson Salomão, foi o escolhido para segurar a batata quente do Aeroclube. O procurador veio a publico defender a prefeitura de João Pessoa, mas disse que não sabe o que vai fazer após a cassação da liminar concedida pelo Tribunal de Justiça.

Geilson disse que as ações da prefeitura foram tomadas com base legal dentro de uma ordem judicial. Ele concedeu entrevista ao programa Tambaú Debate e quando foi perguntando quais serão os próximos passos, já que a decisão do TJ determinou a reconstrução da pista do Aeroclube em dez dias ele respondeu: “Me permita não antecipar as nossas medidas judiciais, mas vamos procurar a melhor solução para resolver essa questão”, ou seja, não sabe o que vai fazer.

O procurador disse que não viu estranhamento algum com a demolição, uma vez que a desapropriação já tinha sido autorizada pela justiça.

Os prejuízos já foram calculados e tudo será cobrado a prefeitura, com o consentimento da mesma justiça a qual o procurador fala. Assim podemos perceber quem está com a razão.

E agora Ricardo e Agra, o que vocês vão fazer? Quem será a próxma vítima?