Fale Conosco

O que não se pode remendar é melhor deixar quieto, pois mexendo fede e a emenda sai pior que o soneto. Estou falando da justificativa meia boca que a primeira dama Pâmela Bório postou nas redes sociais para tentar justificar seu contato com a revista masculina Playboy, cujas revelações indiscretas do fotógrafo Toddy Rolland lhe renderam mais uma vez o noticiário tupiniquim e nacional.

Veja abaixo o que ela postou e, como sempre, se vangloriando, se fazendo de vítima, atacando quem divulgou os fatos e negando o que gerou a polêmica, como já fez outras vezes, inclusive quando postou uma gaveta de calcinhas e disse que era para o maridão.

Hora, se o fotógrafo paraibano tem clicado jovens em poses sensuais, nuas, para a sessão Coelhinhas e diz ao jornalista do Correio que quase fez uma coisa grande, como não é jornalista, redator, jamais poderia entrevistá-la para a sessão Insiders.

A reportagem diz “Tody, QUE NÃO ASSINOU NENHUM ENSAIO DE CAPA, publicando na área das Coelhinhas, conta que iria ter uma grande publicação, e revela. Niguém sabe disso: primeira dama. O fotógrafo diz que tudo aconteceu quando Pâmela postou fotos de lingerie suas no seu perfíl no  instagran. “Na época da repercussão, quando saiu na IstoÉ, saiu na Folha de São Paulo, foi quandoes estava conversando com o pessoal da Playboy. Eu que falei: vocês viram como a primeira dama da Paraíba é bonita? Aí eles conversaram com ela várias vezes. Ela topou, depois a história acabou embaçando no meio do caminho,”

Logo, deduz-se que o grande salto que Tody daria na profissão seria fotografar a primeira dama Pâmela Bório para a capa da revista, já que na condição de que ela se encontra, sendo a primeira dama de um estado, esposa de um governador e bem afeiçoada, centro de uma polêmica que ganhou a mídia nacional, a lógica era que o interesse da Playboy foi em tirar-lhe a roupa para repetir o que fez com a namorada de Renan Calheiros e mais recentemente com a namorada do senador Jarbas Vasconcelos.

O jornalista Cláudio Humberto assim escreveu sobre o assunto em sua coluna em dezenas de jornais pelo País e no site Diário do Poder:

PLAYBOY
PRIMEIRA-DAMA DA PARAÍBA QUASE POSOU NUA, REVELA FOTÓGRAFO

PRIMEIRA-DAMA DA PARAÍBA NÃO VAI POSAR NUA: SÓ SE EXIBE PARA O MARIDÃO

pamela borio

A primeira-dama da Paraíba, a jornalista Pâmela Bório, quase levou o governador Ricardo Coutinho (PSB) à loucura. Teria decidido, por alguns instantes, tornar pública toda a exuberância nas páginas da revista masculina Playboy. A negociação teria ocorrido em setembro de 2012, conforme contou o fotógrafo da revista Toddy Holland em matéria publicada na edição desta quarta-feira (15) no Caderno 2 do Correio da Paraíba. Mas, para a decepção dos paraibanos, a musa desistiu da proposta e vai continuar posando só para o governador.

Voltando um pouco no tempo, esta não é a primeira vez que a musa da Paraíba provoca calafrios. Recentemente, Pâmela exibiu na rede social Instagram sua nova coleção de lingeries. Bem à vontade, a mulher do governador expôs a vida íntima escrevendo: “Presente para mim, mas quem curte é o maridão.” Após o episódio, o Tribunal de Contas da Paraíba concluiu –depois de uma devassa nas contas da residência oficial, na Granja Santana, – que os agradinhos à primeira-dama eram pagos, na maioria, com dinheiro do contribuinte.pamela

Sempre no olho do furacão pelo que diz ou faz, a primeira dama tem realmente um estilo diferente e polêmico. Por exemplo, vejam essa fotos que ela disponibilizou e me digam se é convencional a uma mulher de governador, primeira dama, fazer o que ela faz.

Agora veja a entrevista que o fotógrafo Tody Holland concedeu ao jornalista Astiê Basílio, do Correio, na íntegra.

Jornal Correio