Fale Conosco

BRASÍLIA – Em meio à discussão sobre um eventual pedido de impeachment contra o presidente Michel Temer, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, afirmou que Temer “perdeu por completo as condições de permanecer no cargo”. Ele destacou, porém, que a entidade ainda discute, na noite deste sábado, o parecer da comissão interna que recomendou o impedimento. (TUDO SOBRE A “REPÚBLICA GRAMPEADA”)

– Na minha avaliação, sob o aspecto político, o presidente da república perdeu por completo a condição de permanecer no cargo, exatamente pela gravidade do que está colocado – disse Lamachia.

O plenário do Conselho Federal da OAB está reunido em Brasília, desde a tarde, para analisar o parecer de uma comissão interna que foi criada após as denúncias envolvendo o presidente Michel Temer.

O colegiado recomendou o pedido de abertura de impeachment por considerar que Temer descumpriu dever funcional ao não comunicar às autoridades informações obtidas do empresário Joesley Batista, de que estaria corrompendo juízes e um procurador.

– Isso não foi negado pelo presidente da República. É um fato – afirmou o presidente da OAB.

Fonte: O Globo