Fale Conosco

O presidente Michel Temer respondeu nesta segunda-feira (17) aos questionamentos formulados pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, alvo de ação penal decorrente de investigação que apontou fraudes na liberação de recursos do FI-FGTS, fundo administrado pela Caixa Econômica. Numa visível tentativa de constranger Temer, Cunha fez 22 perguntas ao aliado. Numa delas, o ex-deputado perguntou ao chefe do Executivo se ele tinha conhecimento, na condição “de vice-presidente da República desde 2011”, de seu envolvimento na negociação de propina para que recursos do FI-FGTS fossem liberados. Temer foi categórico em responder que “não”.

 

Fonte: Época