Fale Conosco

Rossana Honorato tem padrinho forte e da Sudema só ele pode tirá-la. Mas, quem disse que alguém quer  tirá-la da Sudema? Servidores e usuários querem apenas que ela não atrapalhe e faça fluir com lisura. O problema é que ela foi engolida pela função e tem metido os pés pelas mãos.

Por exemplo: Achando pouco condenar a Sudema a inércia, a superintendente Rossana Honorato agora adquiriu a doença contagiosa de cercear a liberdade de expressão. Lá naquele órgão agora é proibido aos servidores acessar nosso blog e quem peitar-lhe amargará o ostracismo ou quem sabe até a exoneração se não for concursado.

O assessor de imprensa Alex foi remanejado pra o setor de serviços gerais porque ela deduziu que foi ele quem me repassou as informações que publiquei semana passada e por aí vai. Coitado do rapaz! Olhe o seu redor senhora superintendente que os suspeitos são absolutamente todos que a senhora espolia, humilha, desqualifica. Afinal, a senhora é uma unanimidade por aí e 10 em cada 10 funcionários lhe odeiam pelo seus atos. Parabéns!

Sei que a superintendente teve pressão alta quando leu meu último artigo e também sei que seu filho me chamou de “safado” na audiência de conciliação do processo que ela move contra este blogueiro, do mesmo jeito que sei que o seu primo motorista me olhou atravessado naquele dia, mas aqui vai um recado: não tenho medo de cara feia e safado é quem acumula empregos quando não podia, quem afunda um órgão importante como a Sudema, quem persegue funcionários qualificados e apolíticos, quem finge ser caxias, mas lambe os beiço à custa do erário.

Superintendente Rossana, professora da UFPB Honorato, por gentileza não acabe com a Sudema, esta superintendência tem história e todos que aí trabalham são pessoas de bem e que pouco estão se lixando para o fato de o governador ser A ou B.  

Dispa-se dessa paranóia, tome as rédeas e bote pra moer no sentido de fazer a Sudema voltar a sua normalidade. Ao contrário do que a senhora deduz, esta superintendência não é um antro de corrupção, mas a excelência em meio ambiente na Paraíba.

Cair de 50 licenças por dia para 60 por mês não é moralização, mas incompetência administrativa de quem não está deixando a máquina fluir.

As licenças que não vão pra rua significam convênios estornados e prefeitos irritados; construções paradas e operários desempregados; dinheiro deixando de circular fomentando uma recessão estadual iniciada pelo seu governador.

Não me venha com a balela de que a análise minuciosa tem sido feita para evitar danos ao meio ambiente,  porque ninguém mais do que o seu Coletivo RC afetou a natureza quando desmatou o Bosque dos Sonhos para construir aquele elefante branco do Estação Ciência e depois liberou o Altiplano para a construção civil construir espigões de 40 andares.

Para finalizar Rossana, saiba que não tenho medo da cara feia do seu primo, das bravatas do seu filho ou dos seus processos. Agora, peço o bom senso de não descontar nos servidores qualificadíssimos da Sudema a sua ira desproporcional.

Acha que eu estou pegando no seu pé? Trabalhe e faça a Sudema voltar à operosidade que era que eu só escreverei aqui elogios. Trate bem a Sudema que a Sudema lhe tratará melhor ainda.

Em tempo: Enquanto isso, o pau vai cantar no lombo de quem insiste em ser injusto. E medo, balzaquiana, é uma coisa que não tenho. Lexotam nela!