Fale Conosco

O supremo Tribunal Federal jogou um balde de água fria na cabeça de todos aqueles que comemoraram a indicação do ministro Gilmar Mendes para assumir a relatoria do caso de Cássio. Hoje, o STF viu equívoco e redistribuiu o recurso para o ministro Joaquim Barbosa.

Joaquim Barbosa quer promover uma limpeza nos poderes e é a favor da aplicação da lei Ficha-Limpa já para os candidatos que participaram das eleições passadas.

O histórico de Cássio é conhecido de perto por Joaquim. O ministro acompanha o tucano desde a cassação, na qual Joaquim votou pela saída de Cássio. Barbosa negou, também, liminar pedindo permissão para que o tucano tomasse posse.

Joaquim é caçador de ficha-suja e Cássio perdeu a última esperança que tinha na tentativa de subir ao Senado Federal.