Fale Conosco

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, em decisão na manhã desta terça-feira (23), determinou a soltura imediata do empresário Roberto Santiago, acusado de participar da compra de mandato do prefeito de Cabedelo.

Com a decisão, Santiago passa a cumprir medidas cautelares.

O pedido de Habeas Corpus foi impetrado pelo advogado Ticiano Figueiredo de Oliveira no dia 02 de julho. Este foi o sexto pedido impetrado pela defesa do empresário.

Roberto Santiago foi preso na manhã do dia 22 de março, por força de um mandado de prisão preventiva, oriundo da 1ª Vara da Comarca de Cabedelo, nos autos do Processo nº 0000026-81.2019.8150731, relacionado à Operação Xeque Mate.

Da redação