Fale Conosco

Se eu fosse o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, prestava mais atenção no que está para acontecer e maculará sua gestão já tão desprovida de atrativos e anêmica.

Não falo do lixo, apesar dos rumores de que há uma máfia em formação, e que o odor insuportável da negociata nem a brisa que emana do açude velho consegue disfarçar.

O que está para acontecer tem muita força e pode até derrubar o prefeito se chegar, como prometem, na Câmara e o humor da base estiver instável.

Se eu fosse Romero prestava um pouco mais de atenção no que estão fazendo sob o seu queixo e quando estourar de nada adiantará dizer que não sabia de nada. Ele recebeu, leu e assinou.

Dizem que o pior cego é aquele que não quer ver, mas o que ver e finge que não viu é pior ainda.

O prefeito Romero Rodrigues talvez saiba, talvez não, mas cairá sobre os seus ombros e sujará suas mãos a traquinagem que uns auxiliares peraltas estão fazendo na Prefeitura de Campina.