Fale Conosco

O Instituto Internacional de Segurança da Imprensa (Insi) anunciou neste sábado (20), em Londres, a criação de um escritório em São Paulo para cuidar da segurança de jornalistas em busca de notícias na América Latina.

O Insi foi criado em 2003 e já treinou em torno de mil pessoas em 16 países para reduzir os riscos dos repórteres. A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) será parceira do instituto e o seu vice-presidente, Marcelo Moreira, será o primeiro presidente regional.

“A partir da experiência do Insi poderemos desenvolver mais de perto as práticas que podem diminuir o risco dos jornalistas na região”, diz Moreira.

Só no Brasil morreram cinco jornalista no último ano, no planeta morrem um a cada 72 horas.

O Instituto tem por finalidade levantar fundos para organizar um treinamento básico e gratuito de jornalistas e manter alerta uma rede de informações em situações de seqüestro.

Aqui mesmo na Paraíba vivemos um  período tipo barra pesada com a gestão perseguidora de Ricardo Coutinho.

Por falar nisso, cadê aquela nota de solidariedade que o presidente da OAB, Odon Bezerra, prometeu e nada?