Fale Conosco

Nunca vi um secretário de Comunicação para gostar de aparecer tanto quanto o atual da gestão RC, Luís Torres, e se o governador fosse mulher ele passaria por Louro José sem muito esforço em qualquer aeroporto, de tão intrujão que é.

Conhecendo o estilo do governador como conheço, um político que mantém o staf abaixo da linha da cintura, sei que essas incursões do secretário aparecendo mais do que devia ser notícia, tem lhe chamado a atenção.

Que eu saiba na Granja Santana não existe nenhuma criação de pavões e a notícia oficial só precisa da foto de sua excelência como ilustração.

Como se já não bastassem as asinhas do pavãozinho misterioso lá do Brejo, que atende pelo nome de Célio Alves e é o primeiro adjunto da SECOM a viver pendurado nos microfones, agora RC tem um pavão de origem indígena querendo ser o feiticeiro da tribo.

Se eu fosse o Índio voltava ser papagaio de pirata, que é o que o homem permite, e acabava com essa coisa de querer viver como Célio Alves, cuja calda anda aberta em leque enquanto na Granja Santana estão papando a sua Ana Maria Braga.