Fale Conosco

Nem tudo que circula nas redes sociais merece crédito, pois sabemos que hoje existem fábricas de notícias e robôs que ficam replicando maldades. E foi isso, exatamente, isso que fizeram com o deputado Veneziano, do PMDB, atacado por uma coisa que não fez.

Falo da PL 4330, que ainda está em fase de votação na Câmara e Veneziano tem se posicionado contra, do jeito que querem tratorar no Congresso.

Ele votou contra a tramitação em regime de urgência e foi voto vencido. Depois, quando o texto base foi ao plenário, ele votou a favor, mas com ressalvas para apesentar nos destaques, a fase que agora estamos.

O deputado campinense se posicionou ontem claramente a tercerização em atividades-fim e tem defendido que algumas atividades-meio sejam protegidas.

No que se refere ao serviço público, Veneziano foi contundente e fechou questão contrária, o que acabou sendo aprovado ontem.

“Vi que o texto base tinha pontos interessantes para regularizar mais de 14 milhões de trabalhadores terceirizados em situação de fragilidade”, explicou Veneziano.

Ele acrescentou que a parte em que o contratante fica solidário e tem a obrigação de acompanhar o recolhimento dos encargos sociais também contou com seu apoio.

A mídia bem intencionada e aquela que detrata sob encomenda errou quando acusou Veneziano de apoiar a PL 4330. Ele é favor na parte que regulariza a tercerização, mas claramente contra no que se refere ao serviço público, atividades-fim e algumas atividades-meio que precisam ser resguardadas.