Notícias

Sobre gente deprê com a candidatura de Cássio, a vantagem que Veneziano leva e a fábula do escorpião e do sapo

Ouvi dizer que tem gente deprimida por aí com a hipótese de Cássio ser candidato, mas vou logo adiantando que este personagem maníaco depressivo não é da oposição. Vou mais além e digo que a oposição tem lambido uma carga de rapadura a espera de Cássio cair na armadilha de se candidatar sem ter o consenso, como Burity teve.

Por uma questão de justiça vou creditar a tese que defenderei a seguir ao deputado estadual Gervásio Maia, o primeiro que eu saiba a conjecturar com exatidão um cenário muito badalado e sempre duvidoso.

Cássio consegue uma liberação jurídica após consulta prévia ao STF e remenda um discurso qualquer para justificar o afastamento da aliança com Ricardo. É uma tese sem pé nem cabeça, mas na literatura da trairagem nada mesmo term muita lógica e o que importa mesmo é o punhal afiado enfiado nas costas.

Aliados do senador plantam aqui e ali a tese da fábula do escorpião que atravessou o rio nas costas de um sapo e lá na outra margem deu-lhe uma picada ao invés de  agradecer-lhe. “desculpe-me seu sapo, mas é de minha natureza”, teria dito o escorpião ao picar e envenenar o sapo que o teria ajudado na travessia.

No final desse texto volto ao sentido da fábula, pois a tese de Gervásio é precisa e realista e pinta Cássio como o facilitador  da vitória de Veneziano, pois vai dividir o bolo da situação e tirar RC do segundo turno, indo pra lá com Veneziano, que será beneficiado com a polarização de Campina e tradição do PMDB no interior do estado.

Cito agora Patos, Guarabira e Pombal para ilustrar a tese de Gervásio. Em Patos Chica Mota fica com Veneziano e Dinaldo com Cássio, mas ninguém sabe quem fica com Ricardo. O mesmo se repetiria em Guarabira, onde os Paulino ficam com Veneziano e Zenóbio com Cássio, e Pombal, onde Verissinho fica com Veneziano e Pollyana com Cássio. Quem ficará com RC? Nana em Guarabira e Zildo em Pombal.

Entenderam a tese de Gervásio? Ele analisa que a força do PMDB, o carisma de Veneziano, o racha em Campina e a aliança com Cartaxo na Capital  garantem a Vené a ida para o segundo turno. Já RC ficaria em minoria ao contar com os votos da Capital e das pequenas cidades, pois nos grandes centros fica em terceiro e em Campina não passará dos dez por cento.

Voltando a fábula do escorpião e do sapo, que vem sendo espalhada por cassistas para justificar o rompimento de Cássio com RC após longa jornada usufruindo, esquecem os aliados tucanos que na fábula o escorpião pica o sapo no meio da travessia, como poderá ocorrer agora em abril, e que ambos morrem afogados.

E quem é o personagem que está em depressão com a movimentação de Cássio? Elementar meus caros, elementar.

Mas, chamo a atenção de todos para outro detalhe da tese de Gervasinho. Cássio pela primeira vez sairá de Campina sem gorduras, pois Veneziano ocupará espaços com a polarizaqção de dois filhos da terra. E RC traido será capaz de tudo no segundo turno como mero expectador.

Até de apoiar Veneziano.