NotíciasOpinião Polêmica

Sobre compliance e a upgrade necessária para reinventar a esquerda

A estratégia do PT nacional é reticente, fala só para os petistas e, pela falta de amplitude do discurso, não ultrapassa o que tá ultrapassado e precisando se reciclar. Principalmente, assumir que errou, pedir desculpas a sociedade, cumprir as penas impostas pela Lei e se reintegrar modernizada através de compliance. Não basta o Lula Livre; o Brasil só voltará a confiar com um corrupção nunca mais.

Na Paraíba a esquerda observa o desmantelamento do grupo que era liderado por Ricardo Coutinho, também, segundo afirma investigação do GAECO, pela capitulação e mergulho no submundo da corrupção para, inicialmente, financiar o projeto político, e, na sequência das facilidades e zona de conforto, enriquecimento ilícito.

Atacar a imprensa com um contraponto de falange criminosa, faz da ORCRIM cada vez mais uma ORCRIM.

Lula paga pela capitulação e mergulho do seu governo e grupo na corrupção. Ricardo pagará pela capitulação e mergulho do seu grupo na corrupção. Esse é o desfecho e não há como ser diferente. A sociedade precisará sempre que os rigores da Lei sejam aplicados para mostrar que o crime não compensa.

O que resta aos que não sobrarem na curva da história é voltar aos princípios, monitorar com zêlo e aplicar o compliance, semeando integridade e boas práticas para que os desvios de conduta não se repitam.

E, ao que me parece, os paraibanos estão dando um voto de confiança ao novo governador João Azevêdo, acreditando que com ele na liderança seguirá só o trabalho. A corrupção, não!

Dércio Alcântara

Tags: Tags: