Notícias

Sobre as férias e décimo de Chica, 9 mil rolos de esparadrapo e o novo Código Tributário

EXCLUSIVO – Não satisfeita por ter sido apeada do poder por irregularidades mil, todas documentadas nos grampos feitos pelo MPF e que a Paraíba toda ouviu e se indignou, a ex-prefeita Chica Mota achou pouco e agora quer atacar mais uma vez os cofres da Prefeitura de Patos exigindo 13º salário e férias.

E aí o amigo internauta me pergunta se, quem foi acusada de improbidade, cassada e teve as contas rejeitadas por unanimidade no TCE, tem esse direito, e eu devolvo a pergunta, indagando se Eduardo Cunha tem direito a cobrar da Câmara Federal os salários não recebidos durante o período em que está cassado e preso. Acha que tem? Claro que não.

Os advogados da ex-prefeita, conforme petição que disponibilizamos abaixo, requerem as férias + 13º de 2014 até 2016 e exigem na Justiça que o atual prefeito, Dinaldinho, pague essa conta, já que nem isso a própria Chica teria se pagado.

Enfim, é mais uma dessas usuras que o grupo Mota quer extrair do tesouro municipal e se de um lado são contra o Novo Código Tributário, argumentando que aumenta impostos, do outro tentam arrancar mais 64 mil reais para quem foi cassada por gestão temerária e só não foi algemada e presa pela Polícia Federal por causa da idade.

É o que se chama de dois pesos e duas medidas. De um lado fazem proselitismo político e enganam a opinião pública com posições hipócritas; de outro jogam pesado para se locupletarem com dinheiro público.

 A pergunta que se faz é: o que o prefeito faria com esse dinheiro que Chica quer para ela?  Daria, por exemplo, para comprar 9.846,153 rolos de esparadrapo ao preço simbólico de R$ 6,50.

 

Dércio Alcântara

Tags: Tags: