Fale Conosco

Onde estará a essa hora Ronaldo Barbosa, presidente do PSB da Capital? Li nos sites que tem um oficial de justiça mapeando o seu feriado para encontrá-lo e entregar a notificação que suspende o congresso dos socialistas.

No passado era mais fácil para encontrar Ronaldo e bastava passar ali pela AMPEP, em frente ao escritório de Gilvan Freire, que logo ele estava disponível para conversas sobre como derrubar aquela ditadura em torno de uma cervejinha gelada lá no antigo Laveritá.

Hoje não. Soube que toda mídia está mobilizada procurando-o, mas ele que não é besta se refugiou nos braços de sua Valquíria em um recantinho qualquer desse paraíso tropical que atende pelo nome de João Pessoa.

Uma boa desculpa para Ronaldo Barbosa se esquivar seria argumentar com algum jornalista que conseguisse alcançá-lo por telefone que hoje é dia de reflexão espiritual devido ao feriado de Corpus Crist.

Para um cara que foi desovado politicamente em Jacarapé numa reunião cujo petisco servido foi isca de traíra no côco, acho muita coisa Agra ainda ser o prefeito, pois sei que há elementos para terem afastado ele e até coisas piores, como por exemplo, ser algemado numa ação espetacular da PF.

Se eu fosse Agra recolhia os flaps e ouvia com atenção a família. Já foi muito longe sendo prefeito sem ter recebido um voto.

Os que querem peitar o querem por vaidade pessoal ou vingança e Agra precisa avaliar a munição que tem, pois se for inferior ao paiol dos adversários está se escalando para um sacrifício desnecessário.

Voltando a Ronaldo Barbosa, sabe muito da vida e dos meandros da política. Se deixará achar quando quiser.

Salute!