Fale Conosco

O senador Aécio Neves (MG) indicou que deve deixar a presidência do PSDB. Desde que seu nome foi citado na delação da JBS, Aécio vive sob pressão intensa do partido.

O mineiro também avalia deixar cargo. De acordo com a coluna ‘Poder’, da Folha de S. Paulo, a medida só não foi tomada na última quarta-feira (18) pois o presidente interino da sigla, senador Tasso Jereissati (CE) defendeu a renúncia publicamente. Em resposta, o Aécio declarou “não trato de questões partidárias pela imprensa”.

Por sua vez, Tasso ameaçou deixar o comando do PSDB caso Aécio não saia.