Fale Conosco

Após o vídeo da delação do funcionário da Odebrecht acusando o senador Cássio de ter pedido 800 mil reais à construtora e em troca oferecia a privatização da Cagepa, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba emitiu uma dura nota lamentando o episódio.

Veja abaixo na íntegra:

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba

NOTA DE REPÚDIO AO SENADOR CÁSSIO CUNHA LIMA

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba, através do seu presidente, Wilton Maia Velez, e por seus diretores, vem publicamente externar repúdio contra o Senador da República na Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), que pretendia, na época em que era candidato ao Governo da Paraíba, nas costas da categoria, privatizar a Cagepa, através de negociação junto à Odebrecht Ambiental.

Essa negociação espúria ficou clara quando os brasileiros, de forma estarrecida, tiveram acesso às últimas delações da Operação Lava Jato, em especial do ex-executivo da Odebrecht, Fernando Reis.

No depoimento, Fernando confirma que a empresa tinha interesse em desenvolver uma parceria público-privada para a área de saneamento e foi procurada por Cássio para demonstrar que tinha interesse em desenvolver o projeto e pediu uma contribuição de R$ 800 mil, através de caixa 2, para sua campanha de 2014.

Nos estarrece ainda, o fato do Senador da Paraíba, durante os debates, na campanha ao Governo, ter declarado que não tinha intenção de privatizar a Cagepa.

Fica o nosso repúdio público diante desse posicionamento de um Senador que deveria, em tese, defender os interesses da Paraíba. 

Wilton Maia VelezPresidente