Fale Conosco

“Os pastores da Igreja Metodista são verdadeiros guerreiros de Cristo, que dedicam suas vidas aos mais necessitados”. A afirmação foi feita pelo vereador Helton Renê (PC do B), em discurso na tribuna do plenário Senador Humberto Lucena, durante sessão especial realizada na última quarta-feira (24) na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) para comemorar o Dia do Metodismo Wesleyano. A data já faz parte também do calendário festivo da Capital.

O Metodismo é um movimento religioso que começou, no século 18, com John Wesley que pregava a Palavra de Deus e também desenvolvia trabalhos de grande alcance social, como assistência aos presos, criação de orfanatos, creches e alfabetização na Inglaterra. Esse trabalho se espalhou pelo mundo e tem como foco principal o bem estar das pessoas.

Como autor da propositura da sessão, Helton Renê destacou, entre outras coisas, que no mundo existem 100 milhões metodistas e, na Paraíba, centenas deles, que “dedicam suas vidas para fazer o bem e ajudar as pessoas que mais precisam”. “São pessoas que se unem para levar, por exemplo, ações sociais e de saúde, principalmente, para aquelas comunidades carentes que vivem as margens da pobreza e esquecidos pela sociedade”, discursou.

Segundo o parlamentar, o mundo precisa hoje de pessoas como John Wesley, interessadas no resgate da vida e na pregação do evangelho de Cristo, trazendo a salvação pela obra e fé.

A sessão foi secretariada pelo vereador Bosquinho (PSC) e, entre o público presente, encontravam-se os pastores Israel Melo Soares, da Igreja Metodista Weslyana do Geisel; Alexandre Madruga, da Igreja Batista da Restauração; Francisco Braga, da Igreja Betesda do Geisel; Francisco das Chagas Silva, da Assembleia de Deus – Cristo é Vida, da comunidade do Cuiá; Josildo Leandro, da Igreja Batista Renovado; Marcos Vinícius, da Igreja Verbo da Vida em Jaguaribe e Diana, da Igreja Batista em Camboinha.

O pastor Israel Melo também destacou a importância do trabalho dos metodistas e acrescentou que a união e solidariedade salvam vidas. Já o pastor Alexandre ressaltou a união dos metodistas pela fé e determinação em servir ao Senhor Jesus. O pastor Francisco Chagas enalteceu o Salmo 33 da Bíblia, e disse que a unidade é forte. Por sua vez, o pastor Francisco das Chagas afirmou que era muito bom e agradável todos os irmãos viveram unidos em prol de um projeto social. O pastor Marcos Vinícius disse não ter dúvidas que Deus está à frente do trabalho dos metodistas.

Fonte: Assessoria