Fale Conosco

Os servidores do Poder Judiciário da Paraíba irão paralisar as atividades, por duas horas, sexta-feira (15), em todas as comarcas do estado. A decisão foi tomada em da assembleia geral extraordinária convocada pela Associação dos Técnicos, Auxiliares e Analistas Judiciários da Paraíba (Astaj-PB) e pelo Sindicato dos Oficias de Justiça, (Sindojus-PB), no final de junho último, em Campina Grande. Segundo o presidente da Astaj, José Ivonaldo, a paralisação irá ser realizada das10h às 12h e os serviços dos cartórios judiciais serão interrompidos.

A mobilização será marcada com protesto dos servidores pelo não cumprimento da Lei Estadual Nº 10.195/2013, que garante a movimentação (progressão e promoção) na carreira funcional  dos servidores do judiciário estadual. De igual modo, pela defesa da jornada de trabalho de seis horas para os servidores e por melhores condições de trabalho.

Valorização profissional

Os servidores reclamam por maior valorização funcional e remuneratória. “Se já não bastasse os servidores perceberem baixos salários e serem obrigados a trabalhar em jornada de sete horas sem a devida contrapartida remuneratória, não podem também ser vítimas da subtração de vários direitos consagrados em lei, tais como a movimentação funcional (progressão e promoção), a gratificação de produtividade entre outros”, disse Ivonaldo.

O presidente da Astaj acrescentou ainda que a paralisação do dia 15, aos olhos dos servidores, deve ser considerada como um alerta que bem demonstrará o quanto eles estão indignados e insatisfeitos com a situação que está sendo imposta pela atual direção da Corte Estadual.