Fale Conosco

O vereador cassado Sérgio da Sac (PRP) pediu, durante entrevista à uma rádio hoje a tarde, quer ser julgado logo pois quer seguir a sua vida.

O vereador disse que foi cassado e que o suplente, Dinho, tomou posse antes mesmo da publicação no semanário da Câmara. Ele insinuou que houve interesses de terceiros em sua cassação e afirmou que a única punição sofrida foi a sua saída da Câmara.

Sérgio da Sac disse que a justiça se baseou em provas entregues por um anônimo, uma pessoa entregou um CD e três fotografias suas e não teve o nome divulgado por medo de represália.

Quando o assunto foi as possíveis provas que ele tem, cheques sem fundo, contra políticos, ele negou à princípio e disparou: se tenho provas contra meus inimigos não uso para mostrar, uso para matar”.

Sérgio da Sac não se julga injustiçado, ele diz querer apenas que o processo tenha fim, em meio à sua fala, ele disse ter feito oposição à Ricardo Coutinho mesmo fazendo parte de um partido da base aliada do então prefeito.