Fale Conosco

Ao que tudo indica na próxima quarta-feira o prefeito Veneziano anuncia quem será o candidato do PMDB a sua sucessão, mas desde já digo que, para o Cabeludo fechar com chave de ouro seus dois mandatos na Prefeitura de Campina Grande, tem que provocar um curto circuito na cabeça de grande parte de seus auxiliares.

Acima da média e disparadamente superior aos 22 anos que o grupo Cunha Lima esteve no poder, a gestão de Veneziano é tão operosa que levou parte de seu grupo a uma perigosa acomodação.

Em time que tá ganhando não se mexe, mas vez por outra é salutar botar o banco de reservas no aquecimento para ver se os titulares voltam a suar a camisa com medo de perder o status adquirido.

O que Veneziano tem feito de muito bom por Campina a Paraíba precisa saber, pois quase tudo está circunscrito entre São José da Mata e Galante, e as divisas de Lagoa Seca e Queimadas. 

Muitos auxiliares de Veneziano ainda não entenderam que a longevidade dessa boa fase na vida dos campinenses depende do afinamento entre o que o prefeito determina e o que é feito na ponta do comando.

Se Veneziano acorda cedo e trabalha incansavelmente até o primeiro bocejo da madrugada, muitas vezes indo almoçar na hora da janta, cabe a sua equipe imitar o chefe ou pedir para sair.

O que não tem cabimento é muitos deitarem em berço esplêndido achando que basta fazer o show e esperar os aplausos.

Arregacem as mangas que Veneziano e Campina agradecem.