Fale Conosco

O presidente da CPI da Covid no Senado, o senador Omar Aziz (PSD-AM), deu detalhes sobre os próximos passos das investigações, falou sobre a falta de cilindros de oxigênio que gerou colapso na saúde de Manaus (AM) no início do ano e também clamou ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que “pelo amor de Deus, compre vacinas”.

No pedido ao presidente da República, Aziz reforça: “se o presidente colocar 500 milhões de doses para vacinar com duas doses cada brasileiro, acaba a CPI. Mas, enquanto isso, não irá acabar”. A fala faz alusão ao pedido do presidente Bolsonaro para acabar com as investigações sobre a pandemia no Brasil.

O senador se emocionou ao falar sobre a morte do irmão em janeiro deste ano, o empresário Walid Aziz, devido a complicações causadas pela Covid-19 e reforçou a importância da vacinação contra a doença e do trabalho da Comissão em investigar as ações e omissões do governo federal no combate à pandemia.

“Àqueles que acharam que a CPI ia dar em pizza, se enganaram, porque nós já chegamos aos responsáveis pela não compra das vacinas”, afirmou.

Além disso, o senador também explicou que as sessões da próxima semana devem provar a existência do chamado ‘gabinete paralelo’, que teria orientado o presidente Bolsonaro em relação ao uso de medicamentos sem comprovação científica no combate à Covid.