Notícias

Sem segurança e sem saúde: CRM interdita três hospitais no interior do Estado

Os dois principais setores de uma administração pública estão em crise na Paraíba. A segurança pública está entregue a boa vontade do governador, que não se pronunciou resultado na greve dos policiais. Sem médicos, o Conselho Regional de Medicina determinou a interdição dos hospitais de Aguiar, Santana de Mangueira e Igaracy.

Dois dos principais setores de uma administração pública estão em crise na Paraíba. A segurança pública está entregue a boa vontade do governador, que não se pronunciou resultado na greve dos policiais. Sem médicos, o Conselho Regional de Medicina determinou a interdição dos hospitais de Aguiar, Santana de Mangueira e Igaracy.

“Não há como as instituições funcionarem diariamente com um número tão reduzido de médicos. A partir de hoje a população está sendo orientada a buscar atendimento médico em outro local”, disse o diretor do Departamento de Fiscalização do CRM, Eurípedes Mendonça.

Enquanto a população sofre com a perda de mais equipamentos de saúde desse porte, o governador só pensa em demitir, excluir, enxugar, combater os “maranhistas”. Agora Ricardo tem que colocar mais um lembrete na agenda: Contratação de médicos.

Com assessoria CRM


 


 

Com assessoria CRM