Notícias

Sem médicos e água na torneira, CRM interdita hospital na região metropolitana de Campina Grande

O Hospital Santa Ana, na cidade de Barra de Santana, na região metropolitana de Campina Grande, a cerca de 130 km de João Pessoa, foi interditado pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba, na manhã desta quinta-feira (7). O principal motivo da interdição ética foi a falta de médico nos sábados e domingos, além do período noturno, entre as quartas e sextas-feiras.          

  Além disso, a única ambulância que serve ao hospital está com a licença vencida há quatros anos, também não há enfermeiros em todos os plantões, faltam equipamentos básicos de emergência, como eletrocardiógrafo e desfibrilador, e não havia água na torneira do posto de enfermagem.            

De acordo com o diretor de Fiscalização do CRM-PB, Eurípedes Mendonça, a escala médica incompleta já tinha sido flagrada pelo Conselho em inspeções anteriores, realizadas nos dias 13 de julho de 2011 e 4 de janeiro de 2012. “Na última fiscalização, o hospital recebeu o relatório e não tomou nenhuma providência”, destacou o diretor.          

  A interdição inicia a zero hora desta sexta (8 de fevereiro). O CRM orienta aos pacientes procurarem outros hospitais em caso de urgência e emerência. O Conselho também já notificou ao SAMU da cidade sobre a interdição do hospital, para que os pacientes sejam levados para outra unidade de saúde. Esta é a nona interdição ética realizada pelo CRM neste ano de 2013.