Fale Conosco

R7

Após ficar uma temporada em Brasília com o intuito de falar com a presidente da República, a mulher que se diz “marido” de Dilma Rousseff, Edmeire Celestino Silva, de 29 anos, retomou sua rotina como comerciante em Campinas (SP). De acordo com a mãe da jovem, Neusa Ferreira da Silva, de 59 anos, Edmeire voltou para a casa no mês passado…

Read More

– Ela disse que gostou da temporada que passou em Brasília, e que foi uma aventura gostosa.

 Neusa contou ainda que a filha voltou para casa após ter sido internada por cinco dias em Brasília e de ter tomados os remédios indicados para Transtorno Bipolar, do qual é portadora. Recuperada da euforia, ela fugiu do hospital e ligou para mãe, que comprou a passagem de volta.

 – Quando a memória dela voltou por causa do medicamento, ela me ligou chorando, dizendo que queria voltar. Agora ela está fazendo o tratamento porque senão volta tudo de novo.

 Em sua cidade Natal, Edmeire voltou a trabalhar em sua banca de sucos na zona sul do município. No entanto, segundo a mãe dela, a jovem ainda espera encontrar a presidente.

– Ela tem esperança, ela diz que essa vontade não vai morrer.

Em setembro do ano passado, Edmeire tentou invadir o Palácio do Planaltopara, segundo ela, se casar com a presidente Dilma Rousseff.

 A jovem chegou a Brasília no feriado de 7 de Setembro e afirmou, em entrevista ao R7 DF, que não iria embora para Campinas, já que estava seguindo a presidente, a qual considera uma santa. Na capital, ela morou na rua e se abrigava nas proximidades do Palácio do Planalto.