Fale Conosco

O segundo suspeito de matar o ex-prefeito de Bayeux Expedito Pereira se apresentou no início da tarde desta terça-feira (15) à Delegacia de Crimes contra a Pessoa, na Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, em João Pessoa. O homem é acusado de integrar a dupla que utilizou uma motocicleta para assassinar a tiros Expedito no último dia 9 de dezembro, na Avenida de Sapé, no bairro de Manaíra, na Capital. Ele será ouvido pelo delegado Victor Melo, responsável pelas investigações.

OPINIÃO

Em uma das versões que circulam sobre os motivos que levaram ao assassinato do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, um personagem tal teria conseguido 150 mil reais em empréstimo para ele apoiar um candidato a prefeito e ele teria embolsado e recebido 200 mil para apoiar outro, deixando esse personagem tal com o agiota na porta e, indignado com a situação e ameaçado pelo agiota, resolveu se vingar de Expedito matando-o.

Nessa versão, gente da família seria beneficiada por um seguro de vida ou patrimônio protegido em nome de terceiros, podendo um ou mais familiares terem tramado tudo.