Fale Conosco

De acordo com o secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, a vacinação contra a Covid-19 dos grupos prioritários na Paraíba poderá se estender até abril a meados de maio. A previsão leva em consideração as atuais dificuldades logísticas da imunização no Brasil e no mundo. A falta de insumos para a fabricação da vacina nas instituições brasileiras Butantan e Fiocruz é um desses problemas.

“Não está sendo como o previsto. Mas isso é mundial, não estão conseguindo dar conta dos pedidos em todo o mundo. Com certeza esse mês iremos ter mais vacinas para conseguir. Aos poucos a imunização vai dando certo. Se o cenário atual permanecer, é provável que até abril a meados de maio 80% dos grupos prioritários sejam vacinados em João Pessoa”, disse Fábio Rocha, em entrevista ao portal ClickPB.

Segundo o secretário, deverá chegar à Paraíba neste sábado (06) ou domingo (07) mais 56,2 mil doses do imunizante CoronaVac. 94% dessa nova remessa vacinará a população idosa acima de 90 anos e 6% será destinada aos profissionais da saúde. 

“A partir de segunda-feira começa a vacinação dos demais profissionais de saúde. Será calculado as doses para dividir com os idosos”, relatou.

Sobre a reação eventualmente causada após a aplicação da vacina, o secretário explicou que até o momento nenhum registro de gravidade foi identificado. “Caso alguém tenha um eventos adverso pode procurar um posto de saúde para que esses dados de reações a vacina sejam enviados ao SUS para que sejam mapeados”, comunicou.

Desde o início da campanha, em 19 de janeiro, 18.821 mil pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19 em João Pessoa.