Fale Conosco

O secretário executivo de saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, informou que os pacientes que se encontram na fila para a realização de cirurgias eletivas começaram a ser chamados para avaliação. O Governo do Estado também retomou o seu programa que tem como objetivo acabar com a fila de pacientes que aguardam para que suas cirurgias sejam realizadas.

Segundo ele, em breve será divulgado o novo cronograma do programa Opera Paraíba e que a produção será ampliada para atender um maior número de pessoas que necessitam destas cirurgias. O programa foi lançado pelo governador João Azevedo em outubro de 2019 com um investimento na ordem de R$ 6 milhões no primeiro ano.

Ao todo, 12 hospitais da Rede Estadual foram incluídos na força-tarefa para a realização dos procedimentos cirúrgicos, que contemplam as especialidades de ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia, proctologia e cirurgia geral. Os hospitais que integram a força-tarefa são os seguintes: Hospital Regional de Guarabira; Hospital Regional de Picuí; Hospital Regional de Monteiro; Hospital Sinhá Carneiro, em Santa Luzia; Hospital Distrital de Itaporanga; Hospital Regional de Catolé do Rocha; Hospital Regional de Cajazeiras; Hospital Regional de Sousa; Hospital Regional de Itabaiana; Hospital Rui Carneiro, em Pombal; Hospital Geral de Queimadas; Hospital Geral de Taperoá.