Fale Conosco

O que tem de semelhante entre os campinenses, Ítalo Luan Xavier e Romário Gomes da Silveira, vulgo ROMARINHO? Ambos tem uma coparticipação na gestão do PSD do prefeito Romero Rodrigues em Campina Grande, além de terem (Ítalo e Romarinho) uma longa ficha criminal.

Vamos aos casos, Ítalo Luan Xavier, é o presidente de honra do time de futebol amador, (Vasco do Chico Mendes), localizado no bairro do Chico Mendes, inclusive no seu instagram existem da logomarca do clube estampada me prédios públicos, como o da UBSF do bairro, veja no link ou no anexo no fim do texto:

Ítalo também tem foto postada com um dos apoiadores do seu time o vereador Renan Maracajá que é investigado na ‘Operação Famintos’ que apura desvios milionários na merenda escolar por uma ‘Orcrim da Merenda’ instalada na gestão municipal.

Mas em que Ítalo Luan Xavier responde na justiça. É foi um dos alvos da ‘Operação Aratu’ que investiga grupos criminosos há dois anos. Foram cumpridos 34 mandados de busca e apreensão nos estados da Paraíba, Bahia, Paraná, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, além dos 18 mandados de prisão na Paraíba, Bahia, Pernambuco e no Distrito Federal. Um dos seis alvos presos pela Polícia Federal foi ítalo. Confira detalhes:
https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2020/09/09/suspeitos-de-trafico-de-drogas-sao-presos-em-operacao-da-policia-federal-na-paraiba.ghtml

Mas esse não é o único processo em que o copartícipe do vereador Renan Maracajá e do prefeito Romero, que tem logomarcas pintadas em órgãos públicos com o aval da atual gestão, responde na justiça. Em 2015, Ítalo Luan Xavier e outros dois acusados, foram presos, na cidade de Itapororoca, em um carro, onde foram apreendidos dois revólveres e vários tabletes de maconha. Veja mais detalhes:
http://www.pm.pb.gov.br/portal/2015/01/02/trio_e_preso_com_mais_de_8_kg_de_maconha_e_armas_em_itapororoca/

Quem é Romarinho? Filho de Maria do Rosário Gomes Silveira (Dona Nenen), conhecida liderança tucana do bairro da Liberdade, Romarinho quando foi preso no dia 07 de fevereiro era, assim como sua genitora, servidor comissionado da Prefeitura Municipal de Campina Grande, lotado no gabinete do prefeito Romero Rodrigues, e foi demitido por conta da repercussão negativa diante da descoberta do envolvimento dele com o mundo do crime.

Dona Nenen é prestadora de serviço na PMCG, com salário de R$ 2.000,00 lotada na Secretária de Administração Municipal. Romário foi preso com mais cinco suspeitos de participarem da explosão a um carro-forte em agosto desse ano, em trecho da BR-230, no município de Pedras de Fogo. Eles foram localizados pela Polícia Militar durante a fuga, no município de Lucena, no Litoral Norte da Paraíba e conforme a PM, na fuga o pneu do veículo usado pelos bandidos baixou, fazendo com que eles trocassem de carro. Na ação, foram localizados através de um chip de rastreamento instalado no veículo da troca.

DOADOR DE TOVAR

Romário Gomes Silveira doou R$ 2.000,00 para a campanha a deputado estadual de Tovar Correia Lima (PSDB) em 2014. As informações são do site Eleições e Política. Tovar obteve 30.670 votos e a sua prestação de contas mostra que foram arrecadados R$ 248.242,00. O que estranha é que, mesmo tendo sido preso em fevereiro acusado de integrar quadrilha de assaltos a bancos, Romário estava em Liberdade.