Fale Conosco

Com todo respeito a força da fortuna que Raimundo Lira diz que vai gastar nesta eleição, o que não acredito, pois, assim como Ney Suassuna, joga blefando, corre o sério risco de não ficar nem entre os três primeiros, se o MDB lançar um nome competitivo.

Lira Garapão, como ficou estadualmente conhecido Raimundo após o fiasco de suas contribuições aos correligionários no pleito municipal, quando todo mundo achava que ele seria o inverno e ia chover muito dinheiro na horta das candidaturas aliadas, é ao pé da letra o que o apelido diz: um garapeiro.

Se o cavalo for selado e o custo baixo, ele emburaca prometendo o céu na terra, mesmo depois estornando as promessas e passando um cheque leitoral sem fundos, mas, se perceber que tem disputa, Lira Garapão recua e sai à francesa, como já aconteceu uma vez.

Anotem: Lira Garapão já sabe que tá sendo cozinhado, mas vai esticar a corda pra saber até onde pode ir.

Dércio Alcântara