Fale Conosco

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e o líder do governo na Casa, Major Vitor Hugo (PSL) discutiram nesta terça-feira (21) durante reunião com líderes partidários. Maia afirmou depois que os dois cortaram relações. “Fui atacado e por isso exclui ele das minhas relações pessoais”.

Na reunião, Maia falou de um caso ocorrido em março, quando o major criticou o presidente da Câmara e a “velha política”. Além disso, no fim de semana o major compartilhou mensagem dizendo que as relações políticas só funcionam na base do dinheiro, o que irritou Maia. “Vítor Hugo está excluído da minha relação porque ele compartilhou no grupo de deputados que negociar é entrar na Câmara com um saco de dinheiro”, disse, segundo a Época.

Diante de Maia, se dirigindo aos demais líderes, Vitor Hugo disse que tentou criar uma relação com o presidente da Câmara. “Tentei de todas as maneiras e o Maia fugiu. Fugiu de ter uma relação. Ele só me atende depois de fazer tudo que tem a fazer. Ele não pode determinar quem entra ou não na Residência Oficial da Presidência da Câmara. A residência oficial é da Câmara e não dele, isso não é democrático”, afirmou.