Fale Conosco

Presente a coletiva de imprensa do governador Ricardo Coutinho (PSB), na manhã de hoje, sexta-feira (06), o secretário de Comunicação do Governo do Estado, jornalista Luís Tôrres enalteceu a decisão, que classificou como inédita, do chefe do executivo.

Para o secretário, de cada 100 políticos, 100 optariam pela renúncia, diferente do que Ricardo fez. E foi mais além, ressaltando que o governador preferiu anunciar um calendário de obras, na manhã de hoje do que apresentar uma carta renúncia.

“Na cabeça do governador ele só teria condições de ficar em paz, de descansar, se ele não interromper esse governo para entregar a João Azevêdo. Na cabeça dele não passou nenhuma vez a possibilidade que essa Paraíba ficasse, um dia sequer, ter algum problema de interrupção nesse ritmo de desenvolvimento no Estado que não fosse para evoluir, para ser melhor, então diante de tudo isso o governador preferiu apresentar mais um calendário de inaguracoes do que uma carta renúncia. Para ele seria ótimo ter a segurança de um mandato de senador. Mas o governador preferiu dizer algo praticamente inédito na política da Paraíba. Se cada 100 políticos tivessem na situação de Ricardo, certamente nenhum teria tomado essa posição”, arrematou.

ANÚNCIO DE OBRAS

Ricardo anuncia inauguração de mais de 200 obras e diz que permanece no Governo do Estado até o fim do ano

O governador Ricardo Coutinho anunciou, nesta sexta-feira (6), a inauguração de mais de 200 obras até o fim do ano, incluindo a primeira etapa da Adutora Transparaíba, com investimentos superiores a R$ 300 milhões, considerada a maior obra de segurança hídrica do Estado; e o Hospital de Oncologia de Patos, no Sertão paraibano. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (6), no Clube Cabo Branco, em João Pessoa, quando o chefe do Executivo paraibano declarou sua permanência no Governo do Estado até o dia 31 de dezembro de 2018.

Na ocasião, Ricardo fez um balanço das ações adotadas pelo Governo, como os avanços na Educação e a retirada de municípios paraibanos do isolamento por meio da construção e recuperação de estradas, lembrando os investimentos em recursos hídricos. “Este ano, vamos inaugurar mais de 220 obras, todas já pagas, incluindo a etapa I do Canal Acauã-Araçagi, chegando próximo da etapa II. Na região de Itabaiana, Salgado de São Félix até Araçagi, haverá a possibilidade de se ter a maior fronteira agrícola que a Paraíba já teve com a fruticultura e cultivo de grãos”, disse.

“Nós vamos inaugurar, até Boa Vista e Soledade, a Adutora Transparaíba – a adutora do Curimataú. As águas da Transposição do Rio São Francisco vão chegar até Soledade para que possa ser consumida”, ressaltou. “A adutora de Emas, a adutora de Carrapateira, a adutora de Piancó, seis escolas técnicas, incluindo Campina Grande, Patos e Sousa, além de 31 estradas serão inauguradas, uma média de quatro estradas por mês até o fim desta gestão”, adiantou Ricardo Coutinho.

O governador fez ainda um balanço na área econômica. “Em 2010, a Paraíba era o sétimo PIB per capta da região Nordeste. Hoje somos o maior PIB per capta do Nordeste em sete anos. Combinamos investimentos do Poder Público com a criação de um ambiente que desse ao empresário confiança e a credibilidade para fazer investimentos no Estado. Estamos vencendo a crise, e não sendo vencidos por ela”, destacou. E continuou: “No dia 4 de agosto vamos entregar o novo helicóptero, investimentos em pavimentação em diversos municípios, além da entrega do hospital de Oncologia de Patos, para cuidar das pessoas que hoje precisam vir para o Hospital Napoleão Laureano [em João Pessoa], que passarão a ser atendidas com conforto, com a proximidade da família”.

Entre as obras que serão entregues à população, estão ainda os hospitais de Picuí e de Cacimba de Dentro, 29 escolas em municípios, a rede de abastecimento d’água de Assunção, a adutora de Caraúbas, três barragens – Pedra Lisa, Cacimbinha e Corpos, além de 50 dessalinizadores, com investimentos na ordem de R$ 35 milhões, melhorando a vida do agricultor familiar.

O anúncio da inauguração de obras feito pelo governador Ricardo Coutinho foi prestigiado por deputados estaduais, a exemplo do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gervásio Maia, auxiliares do Governo do Estado e prefeitos de vários municípios paraibanos.