Fale Conosco

O governador Ricardo Coutinho (PSB) antecipou, nesta segunda-feira (21), durante coletiva a imprensa, na manhã desta segunda-feira (21), o fim do racionamento de água em Campina Grande e 18 cidades da região do Compartimento da Borborema, para o próximo dia 25.

No início do mês, a Cagepa tinha anunciado o fim do racionamento para o dia 26. A entrevista aconteceu na Gerência Regional da Cagepa, no Bairro do Catolé, em Campina Grande.

Após o anúncio do fim do racionamento, no início do mês, a oposição acusou o governo de usar o ato para fazer política, alegando que o açude de Boqueirão, ainda não tem condições de abastecer os municípios. Ricardo considerou essa polêmica em torno do assunto inútil. 

“Eu sou uma pessoa, que tenho, em algumas situações, que expressar minha indignação, tem gente na politica que brinca muito com as necessidades das pessoas. Quem tem uma cisterna de 25 mil litros dentro dos seus condomínios, não sofre com racionamento nenhum. Agora quem tem um tambor dentro do seu banheiro e tem que pegar essa água para cozinhar e tomar, essa sim tem o interesse imediato que as coisas se normalize. Para esses o que interessa é aproveitar o sofrimento do povo para debitar nas costas dos adversários políticos. Eles não querem que o povo seja feliz”, declarou. 

Ricardo também criticou vereadores e o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), a quem acusou de adotar uma postura chocante com relação ao tema. 

“Sua excelência, o prefeito de Campina Grande, no dia 11 de julho defendeu o fim do racionamento e nós estamos em 21 de agosto. Olhem só o que o prefeito disse em abril de 2017 em entrevista a rádio Caturité. Esse é o título: Campina Grande, com a chegada das águas, prefeito Romero defende o fim do racionamento, se tiver boa vontade da Cagepa. Não tem mais porque maltratar Campina Grande, com esse racionamento severo. Você quer uma fala mais eleitoreira que essa?”, indagou. 

 

 

Fonte: Wscom