Fale Conosco

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, não acredita que existam votos na Casa para retirar recursos do Fundeb pra custear uma parte do programa Renda Cidadã, que vai substituir o Auxílio Emergencial após dezembro. Questionado como avalia o clima na Câmara, ele respondeu: “Não existem votos para tirar dinheiro da Educação para o programa [Renda Cidadã]. Ninguém vai fazer isso. Chance zero”.

Na avaliação de parlamentares de diferentes partidos ouvidos pelo blog, o governo tem criado um ambiente para “furar o teto de gastos” — apesar de todas as negativas públicas de que tenham intenção disto. Diante da repercussão negativa da proposta — que inclui o uso de precatórios —, o governo estuda outras medidas para financiar o Renda Cidadã.

A informação é da coluna de Andréia Sadi do G1