Fale Conosco

É voz corrente hoje nos bastidores da mídia que a gestão Reginaldo em Santa Rita virou um caso de polícia e a cidade transformou-se no esgoto da política paraibana. Até a pouco dias achava que Reginaldo era refém, mas sabe de tudo e permite a safadeza generalizada.

Em Santa Rita, difícil é dizer o que funciona nessa gestão. O que não funciona é todo o resto. Servidores não recebem, não há medicamentos, médicos, merenda, obras de saneamento e população satisfeita.

Calote virou sinônimo da gestão Reginaldo e troca de sopapos, ameaças de morte e carros de secretários incendiados também. O que ninguém imagina que possa acontecer de errado numa gestão, sob o comando de Reginaldo Pereira acontece.

E tudo acontece de forma transparente. Em Santa Rita desvio de conduta é coisa comum e as negociatas acontecem pra todo mundo saber e cada um que guarde o seu trunfo para se manter no jogo.

Reginaldo loteou a prefeitura entre os vereadores e cada um indicou um laranja para operar em desfavor do contribuinte. E tudo que se passa Reginaldo sabe.

Os vereadores dizem ter provas contra Reginaldo e Reginaldo diz ter provas contra os vereadores e nessa “harmonia” Legislativo e Executivo vão tocando a vida.

E com festa a vista, diga-se de passagem. É que, pasmem, num quadro de caos geral, esgoto correndo e exalando mau cheiro, fornecedores e servidores sem receber, Saúde parada, Educação parada e tudo que for da alçada da gestão municipal com freio de mão puxado, imaginem que Reginaldo e sua…digamos assim, equipe, querem promover um festão com Aviões do Forró e tudo mais. Um negócio pra lá de milhão! Tem cabimento?

Será que o Ministério Público vai se calar diante de tantas evidências? Por onde anda o juiz daquela Comarca, que não decide sanear esse esgoto político? As provas estão por todos os cantos, em áudio, vídeo e documentos.