Fale Conosco

O ex-governador José Maranhão considerou como natural o fluxo e refluxo da maré de peemedebistas que estão aderindo ao governo.

“Não deve ser ignorado por quem tem mais de cinqüenta anos de serviço público. Ser oposição não é fácil e quando o camarada quer aderir, procura motivos”.

Segundo ele, o PMDB não está fragmentado, apesar das defecções, e continua como um partido forte no estado.

Maranhão afirmou que para votar em projetos de interesse da coletividade, um deputado do partido não precisa nem consultar o PMDB. “Agora, votar em matérias de interesse político, é ser governo”.

Maranhão declarou que não tem nada de feio em ser oposição. “Faz parte da democracia. Temos que respeitar todos os nossos companheiros enquanto companheiros. Agora, o respeito maior que temos que ter é com o eleitor”.

Em tempo: O deputado Márcio Roberto, que aderiu recentemente ao governo, prestigiou a coletiva de Maranhão.