Fale Conosco

A reação de Jair Bolsonaro às críticas à sua intenção já anunciada de indicar o filho Eduardo embaixador nos EUA fez, mais uma vez, o presidente ser comparado à petista Dilma Rousseff. Nesta segunda (15), ele disse que, se a imprensa critica sua escolha, é sinal de que o 03 é a pessoa adequada.

Quem acompanha Brasília lembrou imediatamente do dia em que Dilma, após a The Economist publicar texto cobrando a demissão de Guido Mantega da Fazenda, declarou que não aceitava “ordens de editoriais”.

A informação é da coluna Painel da Folha de São Paulo.

Da redação