Fale Conosco

O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSD) declarou que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) estaria com medo do próximo processo eleitoral, já que terá que prestar contas aos paraibanos sobre as escolhas que fez em Brasília, como o apoio ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. A afirmação veio após o senador declarar que Ricardo não deixará o governo por ‘não confiar’ na vice-governadora Lígia Feliciano (PDT).

O líder socialista negou que desconfie da vice-governadora e acrescentou que caso não tivesse uma boa relação com Lígia, ela não estaria no governo e classificou a declaração do tucano como um ato de desespero. “Se eu não confiasse na vice-governadora, sinceramente, ela não estaria acompanhando o governo como acompanha, evidentemente. O senado está desesperado porque ele não tem pra onde correr. Ele sabe que vai ter que responder ao povo da Paraíba pelas suas posições lá em Brasília”, argumentou Ricardo.

Ricardo relembrou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e disse que o senador Cássio “conspirou para derrubar um governo”. “Tem gente que estava nas madrugadas com ‘uísque tarja preta’, bolando as coisas para saber como é que derrubava um governo. No meio desses, o senador Cássio estava lá, e ele vai ter que explicar isso”, afirmou o governador.

 

 

Fonte: PBAgora