Fale Conosco

O PMDB, pelo visto, vai seguir dividido mesmo passado o processo eleitoral. O deputado Raniery Paulino, por exemplo, que ficou neutro na disputa do segundo turno, reafirmou nesta quinta (dia 30), que irá permanecer na oposição: “Não vou dar as costas para tudo o que defendi. Não me sinto confortável para conviver com o grupo que sempre combati, sou da bancada de oposição.”

Raniery, que se recusou a participar de um almoço oferecido pelo governador na Granja Santana, com deputados simpatizantes, afirmou que seu partido está dividido entre três facções: uma de que defende o alinhamento com o governador, outra que apoiou a candidatura de Cássio Cunha Lima e mais aqueles que não optaram por nenhum dos dois candidatos, Ricardo e Cássio.”

Por fim, Raniery advertiu os deputados que já fecharam questão em relação ao Governo RC: “O PMDB tem que se entender internamente para depois firmar  composições. Não acho correto fazer isso agora. Eu já tentei me reunir com o governador em 2011 e não conseguiu, agora a minha prioridade é o trabalho na Comissão de Orçamento que vai votar o projeto da LOA 2015”.

Procuradores – O deputado esteve reunido com a direção da Aspas (Associação dos Procuradores do Estad0), e assegurou: “Reafirmo compromisso com os procuradores do Estado para ser parceiro na apresentação de emendas ao projeto da LOA 2015. Além disso, assegurei o compromisso de lutar junto com eles pela nomeação do procurador-Geral de carreira, que foi fruto de matéria nossa na Assembleia Legislativa.” 

BHM