Fale Conosco

Ninguém rejeita uma garapa. O senador Raimundo Lira mora em Orlando, onde mantém seus investimentos e toda semana vem ao Brasil para assinar o ponto no Senado.

Quando eu disse que ele seria o inverno de 2016, aquele a quem os prefeitos em petição de miséria deveriam procurar para arrecadar o de pagar aos agiotas, o senador fez chegar até o blog que não tinha interesse em disputar a próxima eleição para senador.

Mas, os salamaleques do Senado, aquela sensação de que ser senador é o mesmo que está no céu, mudou sua opinião e hoje o “bionicão” se assanhou no programa 60 Minutos, de Heron Cid, na Arapuan.

Lira conjecturou que ficaria muito satisfeito em disputar a reeleição tendo Ricardo Coutinho como candidato a senador e Zé Maranhão – turbinado pelo elixir de Cássio – candidato a governador.

Se Lira havia afirmado que não disputaria a reeleição para fugir do assédio dos prefeitos, vereadores e suplentes a sua mala preta de Orlando, agora ao admitir que será candidato cuide ele logo de converter muitos dólares em real, pois a romaria ao seu gabinete vai começar.

Caríssima, a reeleição de Lira será uma das mais onerosas da história da política Brasileira, mas ele teria confidenciado que voltar para mais oito anos no Senado vale qualquer esforço.