Fale Conosco

A tese do secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Marcos Vinícius, que é vereador do PSDB, pode mesmo vingar se o governador Ricardo Coutinho insistir em lançar candidatura a prefeito da Capital.

Marcos acredita que, afastada a hipótese de PT e PSB marcharem juntos em torno da candidatura de Cartaxo à reeleição, o caminho estará aberto para os tucanos esquecerem as pendengas nacionais e fecharem questão com Cartaxo.

É uma opção, mas não é a única. Cartaxo já tem um leque de três partidos para o enfrentamento num cenário com três candidatos fortes e ter o PSDB ou não no leque não altera o projeto.

Ricardo aposta na idéia de que o pessoense vai votar em um técnico como João Azevedo e que ele é capaz de fazer a transfusão de votos para ter as duas maiores máquinas nas mãos.

Cartaxo aposta na tese de que o pessoense vai entender que é da concorrência entre quem quer fazer mais que a cidade tira vantagem, pois se a competição gera frutos, a zona de conforto gera acomodação.

Particularmente, ainda acredito numa chapa unindo PT e PSB, Cartaxo e RC, mas se cada um seguir seu caminho lá na frente essa bifurcação dificilmente convergirá.

A não ser, já disse, que Dilma sobreviva ao impeachment e RC precise muito dela daqui pra frente.