Fale Conosco

Faço aqui um apelo aos 36 deputados estaduais, 15 de oposição e 21 de situação: instalem uma CPI para investigar a demissão de 30 mil servidores e o tráfico de influência na contratação de outros 20 mil.

Uma TAC foi assinada com o MPE para demitir comissionados em nome do respeito à LRF. Milhares de pais e mães de famílias foram jogados no olho da rua, muito com mais de 10 anos de serviço prestado, e ninguém consegue explicar os critérios de demissão e admissão.

Não sou ingênuo e sei que tiraram de uns para acalmar os de outros, mas será que os senhores estão sendo contemplados como acha que mereciam?

Claro que muitos não irão endossar essa minha idéia pelo simples fato de que não vão atirar no próprio pé, mas sei que muitos estão sendo preteridos e cozinhados pelo chefe de cozinha e secretário de Governo Walter Aguiar e subscrever o requerimento de instalação de uma CPI para investigar a propalada meritocracia seria uma maneira de protestar. Que tal?

O deputado Anísio Maia tem em mãos documentos suficientes para justificar a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito. O que falta mais?

Com este perfil, a CPI travaria novas nomeações até os esclarecimentos, suspenderia as que aconteceram sob suspeita, no caso, todas, e estabeleceria critérios para o preenchimento de quase 20 mil vagas no serviço público.

Se o Governo RC foi criterioso e não mentiu, parabéns; Se houve comportamento inadequado ainda há tempo par se corrigir.

Que tal?