Fale Conosco

Senti a mão pesada da SECOM Estadual numa matéria de capa do jornal Correio da Paraíba de ontem, sexta, 10. Sob o argumento de que a população teme que com a saída dos quiosques o Parque Solon de Lucena fique mais vulnerável à violência, sem ter sido feita nenhuma pesquisa de opinião, a foto por si só já detona a gestão Luciano Cartaxo e alavanca o movimento dos comerciantes que não querem ser relocados.

Vejo na intervenção da PMJP soluções definitivas que nenhum prefeito até agora ousou. Cartaxo deixou de lado a reforma cosmética para fazer o que devia ser feito. E isso demanda tempo e dinheiro.

Não cabe mais aquele fluxo de veículos no anel interno da Lagoa e, como cidade verde, João Pessoa precisa assumir o Parque Solon de Lucena como área de preservação e não como anel viário.

Por um período foi feito o necessário desassoriamento, um túnel para drenar as águas para o Rio Sanhaua está sendo cavado e, na próxima etapa, veremos o cartão postal otimizado com o fechamento do anel interno, equipamentos de lazer, novo paisagismo e o disciplinamento da exploração comercial dentro da área.

Os comerciantes que exploram o ramo de bebidas precisam entender que um parque preservado, como será o Solon de Lucena, não tem espaço para o que acontece hoje naqueles quiosques próximos da pista de skate.

A população terá um lugar para lazer e caminhadas livre da presença de bêbados que fazem suas necessidades ao ar livre e provocam brigas diárias, além de ser ponto de usuários de drogas, prostituição e até local para comercialização de carros, motos e sabe-se lá mais o que. João Pessoa cresceu e não faz mais sentido todo o fluxo de trânsito em direção ao centro passar pelo anel interno da Lagoa.

Vejo em Cartaxo a intenção de reciclar o nosso cartão postal mais conhecido, fazendo do Parque Solon de Lucena um parque de verdade.

DETALHES DA OBRA

PRIMEIRA FASE

RECUPERAÇÃO E COMPLEMENTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DO SISTEMA DE RECEPÇÃO E ESCOAMENTO DAS ÁGUAS DA LAGOA;

SOLUÇÃO DURADOURA PARA O VELHO PROBLEMA DE TRANSBORDAMENTO DE ÁGUAS DA LAGOA;

RECUPERAÇÃO DAS PAREDES DE CONTENÇÃO DAS ÁGUAS ACUMULADAS NO ANEL INTERNO DA LAGOA;

REMOÇÃO E REORIENTAÇÃO DAS CANALIZAÇÕES DE ESGOTOS QUE ATUALMENTE SÃO LANÇADOS NA LAGOA;

DRAGAGEM DO LEITO AQUÁTICO DA LAGOA RECUPERANDO A SUA PROFUNDIDADE ORIGINAL, AUMENTANDO SUBSTANCIALMENTE A SUA CAPACIDADE DE RECEPÇÃO DE ÁGUA.

Slide21

SEGUNDA FASE

RECUPERAÇÃO E EXPANSÃO DAS CONDIÇÕES NATURAIS DO PARQUE SOLON DE LUCENA TORNANDO-O UMA APRAZÍVEL ÁREA DE LAZER, ESPORTE, DIVERSÃO, ARTE E CULTURA;

RECUPERAÇÃO, EXPANSÃO E MELHORIA DO PAISAGISMO DO PARQUE SOLON DE LUCENA MANTENDO AS SUAS CARACTERÍSTICAS ORIGINAIS;

REURBANIZAÇÃO DO PARQUE SOLON DE LUCENA COM GRANDES EXTENSÕES DE GRAMADOS, JARDINS, IMPLANTAÇÃO DE NOVAS ÁRVORES E CALÇADAS DE PASSEIO PÚBLICO;

CRIAÇÃO DE NOVAS OPÇÕES DE ESPORTES, LAZER, ARTE E CULTURA NO PARQUE SOLON E LUCENA .

TERCEIRA FASE

CONSOLIDAÇÃO DO PARQUE SOLON DE LUCENA COMO UM EQUIPAMENTO SOCIAL, CULTURAL E TURÍSTICO DE GRANDE EXPRESSÃO ESTADUAL, REGIONAL E NACIONAL;

IMPLANTAÇÃO DE MEMORAIS DOS GRANDES VULTOS E INTELECTUAIS PARAIBANOS (PEDRO AMÉRICO, AUGUSTO DOS ANJOS, EPITÁCIO PESSOA, JOSÉ AMÉRICO, MAESTRO JOSÉ SIQUEIRA, JOSÉ LINS DO REGO, CELSO FURTADO, JACKSON DO PANDEIRO, SIVUCA).

PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS DO PROJETO

SOLUÇÃO DURADOURA PARA VELHOS E CRUCIAIS PROBLEMAS DA LAGOA;
EXECUÇÃO POR MÉTODO CONSTRUTIVO NÃO DESTRUTIVO;

BAIXOS CUSTOS SOCIOECONÔMICOS E AMBIENTAIS;
MELHORIA SUBSTANCIAL DA INFRAESTRUTURA DE DRENAGEM DA CIDADE

NO SITEMA DA BACIA DA LAGOA E SUAS ÁREAS INTERLIGADAS;
USO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS AVANÇADAS.

Slide20

MÉTODOS CONSTRUTIVOS POSSÍVEIS E CUSTOS SOCIAIS ASSOCIADOS

ANÁLISES FEITAS POR ESPECIALISTAS, EM 1997, SOBRE CUSTOS SOCIOECONÔMICOS INDIRETOS GERADOS EM 14 PROJETOS DE CONSTRUÇÃO ALCANÇARAM IMPORTANTES RESULTADOS:

10 PROJETOS UTILIZANDO MÉTODOS TRADICIONAIS:
➢ 44% A 492% DOS CUSTOS TOTAIS DO PROJETO DE CONSTRUÇÃO.

4 PROJETOS UTILIZANDO MÉTODOS NÃO-DESTRUTIVOS:
➢ 0% A 11%. DOS CUSTOS TOTAIS DO PROJETO DE CONSTRUÇÃO.

Slide23

ORÇAMENTO TOTAL DO PROJETO E SEUS RESULTADOS E BENEFÍCIOS PROPORCIONADOS

AUMENTO CONSIDERÁVEL DA CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO PARA ATENUAR OS EXCESSOS DE ÁGUA DA LAGOA (50.000M3);

DUPLICAÇÃO DA GALERIA EXISTENTE;

MELHORIAS DA DRENAGEM DE ÁREAS EXTERNAS;

SOLUÇÃO DURADOURA PARA OS ATUAIS PROBLEMAS DE INUNDAÇÕES DO ENTORNO DA LAGOA;

CHUVA DE PROJETO: DURAÇÃO = 1 h/Intensidade máxima de 64,8mm/h (Pico de vasão de 39,1m3/s) e Tempo de Retorno(TR) = 25 ANOS.

ORÇAMENTO TOTAL

R$ 21.381.489,99