Fale Conosco

A deputada Gilma Germano (PPS) assumiu a presidência do PPS Estadual, com consentimento e interesse de todos os militantes que veem com maus olhos a postura de Bernardino Batista, atual ex-presidente, e do deputado Janduhy Carneiro, por serem contrários a prefeitura e ao Governo do Estado.

Um movimento liderado por vereador Bruno Farias, ex-presidente do PPS em João Pessoa e Nonato Bandeira (PPS), pré-candidato a PMJP, culminou no afastamento de Bernardino e comprou o convite para Janduhy se retirar.

O deputado dissidente teme a infidelidade partidária, mas deve recorrer aos motivos que abalaram a sua honra e o obrigaram a se retirar de fininho.

Boa estratégia por parte do PPS que afasta o “mal” da presidência e arrasta consigo os que não tem a mesma opinião dos donos da legenda.

Na presidência do PPS em João Pessoa está Fábio Carneiro, figura que reza na cartilha dos líderes e reproduz os mandados deles.

Essa eficaz estratégia mantém a unidade no partido e poderia ter sido seguida por Cássio, para afastar Cícero e manter o PSDB em comunhão com suas ideias, por Luiz Couto contra Rodrigo Soares e Luciano Cartaxo, entre outros partidos que permanecem desunidos.

Depois de tudo ficou o recado de Bruno e Nonato para Bernardino e Janduhy: Mal se corta pela raiz.